7º PRATICOM – Conexão Academia e Mercado

Informações gerais

Sala 7 – 3º andar
Data

10 de maio (Quarta-feira)

Horários

14h às 16h

Descrição

O tema “Conexão Academia e Mercado” para o 7º Praticom será tratado com os participantes do evento por meio de duas exposições. A Profª. Ms. Patrícia Salvatori apresentará a pesquisa “O papel das Relações Públicas para construção de cultura e reconstrução de relacionamentos em processos de fusões” e a Profª Ms. Ágatha Camargo abordará sua pesquisa com tema ”Desenvolvimento da cultura de integridade: Um estudo de caso sobre a implantação de uma política de compliance”.

Veja mais sobre as apresentações realizadas no 7º Praticom

Tema: “O papel das Relações Públicas para construção de cultura e reconstrução de relacionamentos em processos de fusões” (profª. Ms. Patrícia Salvatori)

Resumo:  A pesquisa busca o entendimento da correlação entre o trabalho estratégico de relações públicas nos processos de fusões de grandes organizações e o sucesso destes processos. Por meio de estudo de casos múltiplos a partir de evidências de duas fontes, entrevistas e análise de documentação, estuda o impacto da comunicação como estratégia na reconstrução do relacionamento de três organizações - BRF, Itaú Unibanco e LATAM - com seus públicos de interesse e identifica a correlação entre os processos comunicacionais analisados e a construção de novas identidades e culturas organizacionais. A pesquisa avaliou os históricos das organizações oriundas, seus princípios organizacionais, as razões para as fusões, os planos de comunicação institucional e interna específicos, os relacionamentos com seus públicos pré e pós-fusões, integração das áreas de comunicação/relações públicas e atual organograma das áreas. A comunicação instrumental se faz presente, principalmente nos inícios dos processos combinatórios e tende a se tornar estratégica conforme concentra esforços para o entendimento e aceitação da alta liderança sobre novos padrões e diretrizes e como fomentadora de uma relação transparente, diversa e equilibrada destas lideranças com suas equipes e da organização com todas as pessoas envolvidas com a organização. Neste patamar, as relações públicas atuam como agente de transformação e são fundamentais para a criação da nova cultura, alinhada às estratégias do negócio, e para a reconstituição dos relacionamentos com os públicos de interesse, por meio de uma comunicação dialógica e estratégica.

Título da Pesquisa: Desenvolvimento da cultura de integridade: Um estudo de caso sobre a implantação de uma política de compliance (Profª Ms. Ágatha Camargo)

Resumo: O artigo representa um estudo sobre o processo de transformação cultural nas organizações no contexto da ética e compliance. Desenvolve revisão teórica sobre a mudança cultural nas organizações (FISCHER, 2000; PETTIGREW, 1996; SCHEIN, 2001), sobre a implantação de programas de ética e compliance e da cultura de integridade nas organizações (VERZEHEN, 2010, CANDELORO; RIZZO; PINHO, 2012; RIBEIRO; DINIZ, 2015; GIOVANNI, 2014; AXELROD, 2010), para composição de um quadro teórico de premissas fundamentais de mudança cultural. Observa o quadro teórico em um estudo de caso de implantação de política Antissuborno de multinacional francesa do setor alimentício sediada no Brasil, descrevendo os fatores que impactaram positiva e negativamente o desenvolvimento da cultura de integridade.


Saiba mais sobre Ágatha Camargo e Patrícia Salvatori

Ágatha Camargo é Doutoranda e Mestre em Ciências da Comunicação (Ética Organizacional) pela ECA/USP, com Pós-Graduação em Comunicação Organizacional e Relações Públicas pela ECA/USP e graduada em Relações Públicas pela Faculdade Cásper Líbero. Atuou por 11 anos no mercado corporativo, nas áreas de Relações com Imprensa, Comunicação Interna, Relações com Consumidor e Relações com Fornecedores, em empresas e agências. Co-autora dos livros Comunicação organizacional estratégica (2016), Ensaios sobre Comunicação com Empregados (2015) e Relações Públicas Estratégicas (2011). Conselheira na Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação Organizacional e Relações Públicas (2016-2018). Colunista da Aberje. Professora da Faculdade Cásper Líbero nas disciplinas Ética e Legislação em Relações Públicas e Gerenciamento da Comunicação Organizacional.

Patrícia Salvatori é Doutoranda e Mestre em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo, graduada em Relações Públicas (1995), com especialização em Comunicação Empresarial (2002), ambas pela Faculdade Cásper Líbero, Patrícia Salvatori possui mais de 20 anos de experiência na área de Relações Públicas e Comunicação Corporativa de grandes empresas como Itaú, BankBoston, Dixie Toga, entre outras. Leciona as disciplinas Teoria e Técnicas de Relações Públicas e Gestão da Comunicação Interna na Faculdade Cásper Líbero, onde também atua como Coordenadora do Curso de Relações Públicas. É diretora administrativa da Associação Brasileira de Pesquisadores de Comunicação Organizacional e Relações Públicas (ABRAPCORP) na gestão 2016/2018 e editora assistente da revista científica Organicom, desde 2014.

Público

Estudantes (Pós-graduandos, mestrandos, Relações Públicas, Rádio, TV e Internet, Publicidade e Propaganda e Jornalismo), bem como demais interessados no tema.