Mulheres Digitais (3ª edição) – O poder feminino no mercado digital

Inscrições encerradas. Para mais informações envie um e-mail para [email protected] ou ligue para 3170-5910 / 3170-5911

Informações gerais

Teatro Cásper Líbero (1º Andar)
Data

15 de outubro (sábado)

Horários

8h às 17h30

Descrição

Neste atual panorama que vivemos, é de fundamental importância que a sociedade mantenha em pauta a discussão sobre a importância do empoderamento feminino. A compreensão do papel da mulher na sociedade e as suas modificações, é algo importante para dar a ela condições e ferramentas para que aproprie-se de seu direito de existir na sociedade.

Em nome desta demanda, o Evento Mulheres Digitais chega a sua terceira edição, com o objetivo de promover o debate sobre respeito dentro do contexto em meio a tantas manifestações e mudanças sociais.

Dentre diversas perspectivas permeando o tema principal do evento, a palestra “Qual a voz? E a vez? A cultura do silêncio deve ser quebrada” será ministrada por Cândida Almeida, jornalista, doutora em Comunicação e Semiótica e professora de Jornalismo e Rádio, TV e Internet na Faculdade Cásper Líbero.

Confira a programação do evento

Horário: 9h às 9h45
Palestrantes: Fernanda Sanino e Letícia Piagentini (Lumberjills)
Tema: Pegamos o preconceito e transformamos em um sofá

Fernanda Sanino e Letícia Piagentini sobem ao palco para uma palestra bem humorada e repleta de farpas sobre o preconceito. Elas contam como largaram o emprego em uma multinacional para enfrentam um caminho repleto de estereótipos em busca de uma marcenaria feminina.

 

Horário: 9h45 às 10h30
Palestrantes: Candida Almeida (Faculdade Cásper Líbero)
Tema: Qual a voz? E a vez? A cultura do silêncio deve ser quebrada

A sociedade patriarcal e o machismo incrustado nos modelos de família, de educação e, sobretudo, nos discursos midiáticos está agora evidenciado e sendo discutido nas mídias sociais. As violências físicas, psicológicas e simbólicas que sofremos ao longo da nossa vida e que moldaram a nossa própria cultura podem ser combatidas?

A professora Cândida Almeida apresenta uma visão crítica sobre a consolidação de estigmas e paradigmas depreciativos sobre a imagem da mulher e analisa os impactos dessa visão nas Mídias Sociais.

 

Horário: 10h30 às 11h20
Palestrantes: Anna Castanha (Iden Consultoria LGBT)
Tema: De Afrodite a Lea T. – O Mundo Digital é gay!

Entre neste túnel do tempo com a empresária Anna Castanha e entenda porque questões de gênero e orientação sexual nunca foram problemas. O problema real sempre foi a ignorância. De maneira direta e transparente ela retrata a falta de respeito desta realidade escondida.

 

Horário: 11h20 às 12h15
Palestrantes: Maria Rita Casagrande (Blogueiras Negras)
Tema: Mitos e verdade sobre a Sororidade Digital

Sororidade é uma espécie de pacto entre as mulheres relacionando às dimensões éticas, políticas e práticas do feminismo atual. Mas para entender os mitos e verdades sobre uma sororidade digital antes precisamos entender de qual feminismo estamos falando.

Maria Rita Casagrande sobe ao palco para uma palestra intensa sobre sororidade, raça e respeito.

 

Horário: 12h15 às 12h30
Tema: Homenagem

"Quando se respeita alguém não queremos forçar a sua alma sem o seu consentimento." Esta frase de Simone de Beauvoir representa muito nossa homenageada.

 

Horário: 14h às 14h50
Palestrantes: Ricardo Maruo, Nadja Pereira e Paula Ribas
Tema: Mulheres Digitais – Novos Projetos

Ricardo Maruo, Nadja Pereira e Paula Ribas apresentam os novos projetos do Mulheres Digitais.

 

Horário: 14h50 às 15h40
Palestrantes: Nathalia Blagevitch (Caminho Acessível)
Tema: Minha deficiência é aparente, mas e a sua?

Coitada, ela é deficiente! É assim que Nathalia Blagevitch começa sua palestra. Ela mostra o significado da palavra "deficiência" e o que é ser uma pessoa deficiente, nos dias de hoje.

Ainda traz uma reflexão importante: O que é uma vida eficiente para você? Será que nos conhecemos tão bem a ponto de entender nossa própria história?

 

Horário: 14h50 às 15h40
Palestrantes: Raquel Marques (Associação Artemis)
Tema: Maternidade voluntária, segura e socialmente amparada

A presidente da Associação Artemis, Raquel Marques, mostra uma realidade escondida sobre a maternidade desamparada. Uma palestra intensa e reflexiva envolvendo temas como violência obstétrica, aborto, mortalidade infantil, saúde materna e gestação humanizada. Entenda porque precisamos de mais mulheres Artemis em nossa sociedade.

 

Horário: 16h45 às 17h50
Palestrantes: Carol Patrocínio (Comum.vc)
Tema: Frente a frente com Carol Patrocinio

Finalizando o evento, Carol Patrocínio chama ao palco suas convidadas para responderem perguntas feitas por homens sobre o feminismo atual.

Além disso, debatem abertamente sobre as cobranças sociais que afetam a mulher atual. Falam sobre repressão sexual, trabalho, filhos e acima de tudo, sobre respeito.

 

Clique aqui e inscreva-se!

 

Público

Estudantes (Pós-graduandos, mestrandos, Relações Públicas, Rádio, TV e Internet, Publicidade e Propaganda e Jornalismo) e profissionais de Comunicação, bem como demais interessados no tema.

Inscrições: Clique aqui e inscreva-se!