MESA 6 – Comunicação e cultura visual – 6 de novembro

A presença da astrologia nos meios de comunicação
Ana Cristina Vidal de Castro Ortiz – Cásper Líbero

Resumo
Autores como Edgar Morin, Malena Contrera e Claude Fischler fornecem elementos que permitem compreender a presença da Astrologia na mídia. Com a ajuda de Norval Baitello Júnior pode-se notar que o horóscopo reduz e simplifica a Astrologia, apesar de divulgá-la. Verifica-se que o horóscopo tem uma qualidade de repetição que cria o hábito do acompanhamento diário, ligando diretamente a Astrologia ao fluxo da imprensa e das mídias. A partir de autores como Arlindo Machado, Pierre Bourdieu e Manuel Castells é possível problematizar a relação do conteúdo astrológico e a natureza dos meios de comunicação, especialmente televisão e internet.

Palavras-chave: Comunicação. Astrologia. Mídia. Narrativas. Horóscopo.


Presença dos portais de notícias nas mídias contemporâneas: convergência da informação e luta por audiência em plataformas digitais
Bruno Paiva Teixeira – Cásper Líbero

Resumo
O artigo analisa que tipo de conteúdo os portais de notícias brasileiros buscam compartilhar com o público em diferentes canais de comunicação digital, de que forma isso é feito e quais são seus principais objetivos junto ao usuário em cada plataforma utilizada. Servem como referenciais teóricos os autores Henry Jenkins, Thomas Bauer e Carlos Scolari que ajudam a compreender a linha tênue que separa (ou não) a informação e prestação de serviço da corrida pela audiência online e que recursos específicos existem nas mídias contemporâneas em questão que já estão sendo utilizados pelos portais de notícias brasileiros, além do peso da influência e assimilação do usuário nos assuntos abordados pelos veículos e as oportunidades de melhorias em cada plataforma.    

Palavras-chave: Portais de notícias. Convergência da informação. Redes sociais. Plataformas digitais. Jornalismo digital.


A retomada e a reinvenção dos contos de fada pela mídia
Carolina Chamizo Henrique Babo – Cásper Líbero

Resumo
Este artigo representa o relato de uma pesquisa realizada acerca da retomada e da reinvenção dos contos de fada, por meio de filmes, animações e seriados da atualidade. Ao observarmos a expressiva quantidade de produtos cinematográficos e televisivos ligados à essa temática, acredita-se ser fundamental o estudo de tal fenômeno. A proposta desta investigação centrou-se em identificar o lugar e a importância dos contos de fada para o ser humano e para a cultura, além de verificar os motivos e os modos da transposição dos mesmos em distintas produções da atualidade, em um reflexo da indústria cultural em que passaram a ser reproduzidos. Como quadro de referenciais teóricos, emprego os estudos e teorias de Carl Gustav Jung, Joseph Campbell, Karen Armstrong, Theodor Adorno e Max Horkheimer.

Palavras-chave: Mídia. Produtos midiáticos. Indústria Cultural. Contos de Fada. Narrativas.


As novas tecnologias e o virtual: homem-aparelhos-eletrônicos
Fábio Del Nero – Cásper Líbero

Resumo

O caminho percorrido por Flusser, Debord, Adorno e Horkheimer é o caminho das relações entre cultura e sociedade, em que ambos tentam compreender as mutações culturais, sociais, políticas e antropológicas ocorridas na história contemporânea. Este artigo pretende analisar, através das características da sociedade contemporânea, e dos hábitos de seus indivíduos, os elementos que constituem a cultura atual, e que influenciam em nossa maneira de ser, pensar e agir.

Palavras-chave: Rede social. Sociedade do espetáculo. Cultura digital. Tecnologia.


A representação de inclusão social e digital por meio da música em documentários brasileiros
Pâmela de Bortoli Machado – Unicamp

Resumo
Este artigo explora as possibilidades da música como instrumento de inclusão social e digital a partir de documentários brasileiros. O documentário é elemento de crítica social, contextualizando os fatos de um problema social em que indivíduos ilustram suas expectativas e ideais: Fala Tu (2003), L.A.P.A (2007), Insurreição Rítmica (2008) Música.BR e Internet (2009), We.Music (2010) e Profissão: Músico (2011), constituem o conjunto de documentários que expressam essas problemáticas.

Palavras-chave: Documentário. Inclusão social. Inclusão digital. Música digital. Identidade cultural.