MESA 7 – Jornalismo e imagem – 6 de novembro

A escrita como imagem na comunicação corporativa interna
Anelisa Furquim – Cásper Líbero

Resumo
Este artigo se propõe a analisar como a escrita, na contemporaneidade, pode ser acompanhada de outros elementos visuais para melhor compartilhamento de informações na comunicação corporativa interna. O tempo acelerado e a sedação versus o tempo lento e a reflexão propõem uma abordagem interessante quando analisamos imagem e escrita. As principais bases teóricas deste estudo incluem Harry Pross, Norval Baitello Jr., Vilém Flusser, Lucia Santaella e Ana Cláudia Gruszynski visando explorar como se dá a interação entre escrita e imagem, além de propor como o profissional de comunicação pode se beneficiar do resultado dessa relação no ambiente corporativo.

Palavras-Chave: Escrita. Imagem. Contemporaneidade. Comunicação Corporativa Interna. Design Gráfico.


Fotografias contemporâneas: o Instagram como possibilidade tecnológica
Daniela Ferreira Lima de Paula – Uniso

Resumo

Esta pesquisa trata das relações entre fotografia e cultura digital. O Instagram é o objeto para este estudo. A maneira pela qual as tecnologias emergentes (como os aparelhos celulares) oferecem possibilidades as fotografias contemporâneas, tanto por funcionalidades técnicas como em “novas/outras” práticas culturais permeia a problemática desta pesquisa. Baseado nos estudos contemporâneos, a metodologia alicerça-se por meio da investigação qualitativa acerca do usuário-interator, objeto e contextos. Os resultados apontam para desfechos instigantes a respeito das intersecções entre fotografia, cultura digital e tecnologias emergentes.

Palavras-chave: Comunicação. Cultura digital. Fotografia. Instagram. Estudos Contemporâneos.


A aculturação da veiculação funesta como posicionamento utilitário
Davi Gonçalves Dias – UEL

Resumo

Esse estudo analisa a tragédia alheia como um produto mercadológico em sua forma polêmica nas veiculações de comunicação, tencionando entender os símbolos e recursos representativos intrínsecos nas expressões imagéticas. O referencial teórico principal encontra-se na análise da obra de Susan Sontag (2003), Diante da Dor dos Outros, no qual transcorre sobre a propagação de imagens lúgubres como um material intencional na atração da atenção do expectador. Este artigo aborda a campanha “Um soldado conhecido”, veiculada pela Benetton na perspectiva da abordagem moral e ideológica do receptor a partir desta representação.

Palavras-chave: Exploração. Tragédia. Polêmico. Sentimento. Comunicação.


O simulacro do cotidiano
Denise Vilche Sepulveda – Cásper Líbero

Resumo

Através das notícias veiculadas, a mídia constrói uma nova realidade, como já discutiam os sociólogos Baudrillard e Abramo. Esse artigo busca, ao analisar matérias publicadas recentemente por um dos principais portais de notícias na internet e relacioná-las com as Teorias da Comunicação, compreender como, através de notícias sobre violência, a realidade é construída pelos veículos de comunicação e quais os efeitos que essa realidade alterada causa na população.

Palavras-chave: Simulacro. Construção da realidade. Manipulação. Violência. Sensacionalismo.


Conteúdo audiovisual jornalístico, nos sites de telejornais brasileiros, não atende características do mundo conectado
Krishma Carreira – Umesp

Resumo

Este trabalho compara as notícias que o Jornal Nacional, o SBT Brasil, o Jornal da Record e o Jornal da Band exibem em seus telejornais e o que postam em seus respectivos sites. Nossa hipótese é que as matérias dos jornais televisivos são simplesmente redistribuídas na web, o que contraria as especificidades do meio e não contempla o engajamento do usuário, que não é mais passivo e tem acesso a muitas outras fontes de informação. A análise comparativa inclui critérios como formato das notícias e presença ou ausência do conteúdo. Nosso referencial teórico são os conceitos de Don Tapscott, Henry Jenkins, Manuel Castells, entre outros.

Palavras-chave: Televisão. Telejornal. Internet. Conteúdo Audiovisual. Usuário.


Convergência midiática e termos relacionados: crossmídia e transmídia
Mariana Gonçalves Moreira – UFC

Resumo

O estudo em questão tem como objetivo identificar e contextualizar os termos crossmídia e transmídia no âmbito da convergência de mídia, analisando seu poder de potencialização da mensagem. O fenômeno da convergência é um conceito amplo que já está sendo estudando pelos teóricos da comunicação há algum tempo, mas continua relevante e abrindo espaços para outras contribuições. A partir da análise do ambiente em que a convergência de mídias se insere, propomos um histórico dos termos crossmídia sob a perspectiva de diversos teóricos Christy Dena, Jeff Gomez e Henry Jenkins. Com essas noções esclarecidas, definições serão reforçadas para gerar análises que possam ajudar a identificar uma mensagem vinda de uma mídia crossmídia ou transmídia tem e se há alguma transformação relevante na mensagem, seja conteúdo ou formato.

Palavras-chave: Convergência; crossmídia; transmídia; Henry Jenkins.