A conversação cívica sobre a questão do aborto em redes sociais na internet

Autora: Nara Tsujimoto Teixeira Alves
Tipo de produção: Produção científica
Classificação: Dissertação/Tese
Data: 06/04/2011

Resumo

Esta pesquisa visa contribuir para a série de estudos sobre mudanças que a internet trouxe para a esfera pública, especialmente no modo como ocorre a deliberação pública online. Para isso, nos baseamos conceitualmente nas teorias de Habermas, revistas por Benkler e outros autores. Optamos por analisar espaços virtuais de conversação. A questão escolhida para guiar a análise foi o aborto, por ser um tema complexo de interesse coletivo, que envolve aspectos legais, morais, religiosos e políticos.
O espaço de conversação cívica selecionado como objeto deste estudo foi a maior comunidade virtual sobre o tema aborto, “Aborto Não!”, na rede social mais popular do Brasil, o Orkut. O período recortado para análise foi o segundo turno das eleições presidenciais de 2010. Para a realização das análises, optamos por criar uma metodologia a partir de estudos feitos anteriormente com objetivos semelhantes. Identificamos, em 10 fios de conversação, momentos que podemos classificar como deliberativos de acordo com os critérios adotados: uso de argumentos racionais e narrativas, referências a fontes externas, ausência de ataques pessoais, confronto de opiniões, coerência, reciprocidade, reflexividade e igualdade.
Observamos que todos os princípios normativos foram atendidos em algum momento ao longo dos fios de discussão, com exceção do critério de igualdade. Isso não impediu, no entanto, que identificássemos, em meio à conversação cívica, diversos momentos deliberativos, que foram analisados com profundidade nesta pesquisa.
Palavras-chave: conversação, conversação cívica online, internet, aborto, redes sociais