A influência do Google na formação e no reforço de padrões de comportamento: uma análise crítica dos condicionamentos comunicativos criados pelo mecanismo de busca

Autor: Renato Santiago Nagasako
Tipo de produção: Produção científica
Classificação: Dissertação/Tese
Data: 13/06/2017

Resumo

A ciência da comunicação na contemporaneidade abrange entre as suas preocupações a forma pela qual nos relacionamos com as tecnologias e como as utilizamos em nosso cotidiano. A partir dessa premissa, apresentamos o Google como o objeto de estudo desta dissertação, e propomos um entendimento aprofundado de como este mecanismo de buscas atua em nossas vidas por meio de algoritmos inteligentes, que trabalham para personalizar os resultados que vemos e consumimos após cada busca realizada. O objetivo é procurar e identificar a existência de consequências ou possíveis efeitos colaterais da personalização onipresente nos ambientes on-line e como a cultura das buscas pode influenciar a formação e o reforço de padrões de comportamento dos usuários do Google. É importante ressaltar que a intenção deste trabalho não é analisar a composição técnica do Google e de seus códigos de programação, mas compreender como a sua forma de atuar funciona dentro de um cenário comercial fechado que empodera e valoriza a geração de lucros da empresa. O começo desta jornada levanta referências bibliográficas que ratificam a presença de diferentes tipos de busca em nossa história e nos permitem entender a importância do objeto de estudo escolhido, como a necessidade de questionar a forma na qual tal mecanismo de busca pode invadir a privacidade das pessoas, coletando e armazenando suas informações pessoais que acabam criando bolhas individuais e estimulando a polarização de conceitos, ideias e ideais.

Palavras- chave: Google, Processos de Comunicação, Cultura das Buscas, Filtro Bolha,
Inteligência Artificial, Internet.