A sustentabilidade no espaço público: Processos deliberativos sobre a questão ambiental do Protocolo de Kyoto na mídia nacional e internacional

Autora: Suelen Dar’c de Oliveira Ferreira
Tipo de produção: Produção científica
Classificação: Dissertação/Tese
Data: 29/03/2012

Resumo

O Protocolo de Kyoto configura-se como símbolo de preocupação coletiva com a sustentabilidade, envolvendo e chamando todas as nações para uma reflexão acerca dos efeitos provocados pela poluição. O presente trabalho busca abordar a partir do debate que se desenvolveu (e continua se desenvolvendo) em torno do Protocolo de Kyoto, a questão da ética do discurso, sua importância na discussão de questões morais que necessitam do envolvimento de todos. O objetivo geral desta pesquisa acadêmica é oferecer subsídios para o estudo do processo de deliberação em torno do problema politico-ambiental, que articula o debate político mediado a partir do entrecruzamento entre discussões nacionais e internacionais e a constituição de esferas públicas acerca de questões da sustentabilidade a partir do momento de assinatura do Protocolo de Kyoto no espaço de conteúdo de notícias veiculadas pelos jornais Folha de S.Paulo e The New York Times. O quadro teórico utilizado se apoia nas noções de esfera pública, opinião pública e democracia deliberativa propodta por Jüger Habermas e autores que partilham da abordagem habermasiana: Wilson Gomes, Rousiley Maia, Hartmut Essler e Ângela Marques. A metodologia adotada é a do enquadramento, adaptada de Wessler por Marques. Mais importante do que o resultado das análisesrealizadas ao longo da pesquisa do mestrado acadêmico, será apontar possibilidades existentes de construção de uma metodologia apropriada para estudar a configuração e o desdobramento de um debate mediado. Verificou-se a não formação de uma esfera pública midiática, pois nem todas as vozes concernidas se fazem presentes.

Palavras-Chave: Comunicação, Sustentabilidade, Mídia, Esfera Pública, Deliberação