China e Olimpíadas – A Construção das Imagens pelo Discurso Telejornalístico

Autora: Priscilla Piconi Tambucci
Tipo de produção: Produção científica
Classificação: Dissertação/Tese
Data: 26/09/2011

Resumo

Comunicação e esporte são processos cada vez mais interdependentes. Pesquisas que pretendam analisar o jornalismo e eventos esportivos podem trazer contextos políticos, sociais e culturais. Competições esportivas globais despertam grande interesse pelas suas características de entretenimento e de identificação com os heróis do esporte.
Este trabalho busca levantar aspectos da comunicação jornalística produzido sobre os Jogos de Pequim, em 2008. Para tanto, concentrou-se em matérias telejornalísticas veiculadas no Jornal Nacional, da Rede Globo. Foi feito um levantamento sobre o material referente aos Jogos veiculado em agosto de 2008, com o objetivo de analisar a visibilidade aos jogos, ao país sede, aos atletas: temas, enfoques, a questão do herói etc. São mecanismos discursivos que instauram sentidos e que procuram envolver o interesse do público, mesclados a uma atmosfera de entretenimento. Os resultados revelam que as Olimpíadas ocuparam um significativo espaço na programação do Jornal Nacional, com informações sobre a cultura chinesa, cobertura dos jogos, destaque aos atletas heroicizados, reportagens sobre os participantes brasileiros e uma ou outra notícia de teor político. Algumas matérias apresentaram um toque humano na edição. A maioria das reportagens foi de cunho informativo, com doses de entretenimento e tentando criar um clima favorável ao evento.
PALAVRAS-CHAVE: Jogos Olímpicos de Pequim, Comunicação, Telejornalismo, Jornal Nacional.