O ambiente de comunicação na Rádio Sulamérica Trânsito

Autor: Raquel Rieckmann Traldi
Tipo de produção: Produção científica
Classificação: Dissertação/Tese
Data: 08/04/2015

Resumo

Esta pesquisa investiga como a comunicação da Rádio SulAmérica Trânsito, durante os primeiros cinco anos da emissora (2007-2012), dos quais a autora integrou a equipe de reportagem por três anos (2009-2012), se desenvolve a partir da palavra compartilhada pelos protagonistas ouvintes e locutores. Ao articular o tempo e o espaço da cidade de São Paulo, a emissora se caracteriza por buscar o vínculo com o ouvinte em um ambiente de comunicação e não apenas de informação, em um cenário que vive em constante desorganização e reorganização: o trânsito da capital do Estado. Em diálogo especialmente com teoria da complexidade de Edgar Morin e com a estética radiofônica de Rudolf Arnheim, a pesquisa considera casos que ocorreram nas ruas e nas avenidas durante a cobertura diária dos repórteres e âncoras; revela como as expressões sonoras invadem as capilaridades, envolvem corpos e aparelhos eletrônicos, no sentido de tocar a pele do ouvinte, não apenas fisicamente, mas na dinâmica corpo/cultura/pertença, na interação “bio-psico-sócio-cultural”. A pesquisa constata que as “micronarrativas” ao longo da programação montam a teia da situação das ruas e avenidas da cidade; indica que o ritmo da programação da emissora parece em sincronia com a dinâmica da cidade, uma vez que o tempo age como símbolo de orientação para a programação da emissora, assim como para as atividades do paulistano, de dia e de noite.

Palavras-chave: Rádio. Cultura do Ouvir. Ecologia da Comunicação. Tempo. Vínculo