Premissas deontológicas de Relações Públicas e exigências do mercado: Relacionamento entre grandes empresas e stakeholders por meio de redes sociais conectadas

Autor: Rafael Vergili
Tipo de produção: Produção científica
Classificação: Dissertação/Tese
Data:  27/08/2012

Resumo

Os princípios que norteiam a atividade de Relações Públicas, conhecidos como deontologia, foram  desenvolvidos em um panorama tecnológico muito diferente do atual. Diante do cenário apresentado, esta dissertação tem como objetivo principal verificar se as normas, direitos e deveres para o exercício adequado de RP estão em sintonia com as exigências do mercado. Além disso, são discutidos os limites e potencialidades do uso de redes sociais conectadas no relacionamento entre organizações e stakeholders (públicos de interesse), principalmente para obter possíveis benefícios de imagem e reputação. Por meio de análise bibliográfica e de duas pesquisas, sendo uma quantitativa e outra qualitativa, identificou-se que grandes empresas, ao contratarem agências de comunicação ou articularem diretamente as redes sociais conectadas, priorizam o relacionamento com os públicos. Paradoxalmente, o profissional de Relações Públicas, que seria formado para tal função, não está inserido adequadamente neste nicho de mercado. Acredita-se, nesse sentido, que deva ser formado um novo profissional de RP, que cruze campos do conhecimento e, também, procure entender a parte estrutural da rede, tornando possível a aplicação das premissas deontológicas da profissão em um contexto de novas tecnologias.

Palavras-chave: Relações Públicas. Deontologia. Redes sociais conectadas. Relacionamento. Grandes empresas.