Inovando com dinâmica, ensinando com amor

Por: Giovanna Sutto, do 1º ano de Jornalismo.

Conheça a trajetória da professora recém-chegada à Cásper Líbero, a gaúcha Bianca Dreyer

Ao avistá-la passando pelos corredores da faculdade, os alunos de Relações Públicas da Faculdade Cásper Líbero, nem imaginavam o gabarito da nova professora. Gaúcha de Porto Alegre, Bianca Dreyer, 36, é graduada em Relações Públicas pela Universidade de São Paulo (2005), mestre (2014) e doutoranda em Relações Públicas e Comunicação Digital pela ECA-USP.

Bianca saiu do Rio Grande do Sul e se mudou para São Paulo há 15 anos, quando terminou o ensino médio, para cursar a faculdade. Sempre gostou do curso, e segundo ela foi fácil decidir: “desde pequena tinha facilidade em me comunicar, sempre gostei muito dessa área”. Ao definir o que é a profissão de RP, Bianca diz ‘’O profissional de Relações Públicas é o responsável pela comunicação entre uma organização e seus diversos públicos, cuidando do relacionamento entre ambos”.

Assim que se formou, a professora trabalhou por 10 anos em agências, mas sempre manteve o sonho de seguir a docência; quando houve uma oportunidade, Bianca se agarrou a ela ‘’Mudei minha vida da água para o vinho para me dedicar a essa profissão, e eu sou uma apaixonada pelo que eu faço’’. Ela ama o ambiente de trabalho, ensinar e estar em contato com os alunos.

Bianca começou a trabalhar na Faculdade Cásper Líbero no início desse ano e leciona para os alunos do terceiro ano de RP da manhã e da noite, na disciplina Comunicação e Negócios. Apesar do jeito meigo, os alunos relatam que a docente é exigente e exige a participação dos estudantes em sala de aula. Nas aulas o conteúdo é dinâmico e a interação é fundamental para que a aprendizagem flua melhor. “Eu trabalho isso em sala de aula, para que eles tirem o melhor que eu posso dar e vice-versa, porque é uma troca constante entre nós”.

Estreante na Faculdade Cásper Líbero, a docente diz que sempre sonhou trabalhar na instituição‘’Sou uma apaixonada pela Cásper, sempre que passava na frente da faculdade, olhava e pensava em trabalhar aqui um dia’’. Por meio de um processo seletivo, o desejo se realizou ‘’Quem estuda comunicação, sabe o quanto a Cásper é poderosa!’’.

A professora trabalha também na ECA- USP na área de Pós- Graduação – Lato Sensu, a Digicorp – Pós-Graduação em Gestão Integrada da Comunicação Digital em Ambientes Corporativos.

Como a vida não é só trabalho, Bianca conta que ama ler livros que tratam de Relações Públicas, Tecnologia, Comunicação digital e cultura, ela citou alguns exemplos: “A comunicação das coisas” (André Lemos), “A mídia e a Modernidade” (John Thompson), “A Ciência do Comum” (Muniz Sodré), “Gestão estratégica em comunicação organizacional e relações públicas” (Margarida Kunsch – Org.), “Cultura da Conexão” (Henry Jenkins), “Manual de Relaciones Públicas e Institucionales” (Jordi Xifra), “Estratégias 2.0 para a mídia digital” (Beth Saad) entre outros.

No entanto, ela declara que seu hobbie de verdade é a patinação artística. “Pratico este esporte com patins tradicional, duas rodinhas na frente e duas atrás, e danço em dupla para completar!”. Foi atleta de patinação no Sul durante muitos anos, mas ficou 12 anos sem treinar graças às mudanças de rotina. Agora conseguiu voltar e declara amar esporte. Sobre a rotina de treinos, ela comenta “Eu encaixo em algum momento da minha vida”. Quando não consegue patinar, porque depende da sua dupla e nem sempre tem tempo para ensaiar, ela substitui o treino com a academia. É casada e tem um filho de 5 anos, chamado Guilherme, que está em primeiro lugar na sua vida.

Gosta de filosofia e se interessa por autores como André Comte-Sponville, René Descartes, Foucalt e Bourdieu. Apaixonada por cinema, ela conta que gosta de filmes que a fazem rir ou pensar, nada de filmes tristes daqueles que nos fazem chorar “Gosto de cinema, mas não sou a pessoa mais entendida do assunto, sou leiga, vou para curtir’’.

Quanto às pessoas que a inspiram, ela cita sua orientadora Beth Saad, dois professores da Cásper, Else Lemos e Luiz Alberto de Farias e a respeitada pesquisadora em Relações Públicas, Margarida Kunsch e completa ‘’São pessoas que fazem parte da minha vida, me iluminam’’.

Sobre seu futuro, Bianca diz ter planos de desenvolver a área de RP na contemporaneidade. Comenta ainda sobre o gosto pelo casamento entre negócio e academia, juntando a vida docente e o mercado de trabalho. Mas também planeja continuar lecionando “A Cásper foi verdadeiramente especial para mim, pois eu pude definitivamente bater o martelo e falar: a paixão da minha vida é mesmo ensinar”.

Sendo assim, a nova professora tem muito a oferecer, mesmo com pouco tempo em sala de aula, está sempre inovando com amor a profissão de ensinar. Com alegria e entusiasmo ela mostra em sala que o sentimento de dar aula não tem preço.