Marcelo Santos de Moraes

É professor permanente do Programa de Mestrado em Comunicação da Faculdade Cásper Líbero. Doutor (2012) e mestre (2008) em Comunicação e Semiótica, pela PUC-SP, orientado por Lucia Santaella. Com auxílio de bolsa Fapesp, realizou estágios de pesquisa na Aarhus Universitet, Dinamarca, junto ao Center for Semiotik (Área de Concentração: Kognitiv Semiotik), e na Universidade de Toronto, Canadá, onde supervisionado por John M. Kennedy, dedicou-se à teoria da Affordance. Possui graduação em Design Gráfico, pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (2002), e graduação em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Católica de Pernambuco (2004). Em 2014, aprovou no CNPq (Edital Universal) financiamento para projeto de pesquisa dedicado a investigar a audiodescrição a partir da perspectiva comunicacional. Nos últimos anos, concentra seus interesses na análise das relações entre tato e visão, notadamente na produção de imagens hápticas para portadores de deficiência visual. Também possui considerável produção de caráter interdisciplinar, voltada à crítica dos fenômenos culturais/comunicacionais, da publicidade aos games. No ano de 2010, idealizou e ajudou a coordenar uma oficina de desenho para pessoas com deficiência visual, realizada nas dependências do Museu de Arte Moderna de São Paulo. Foi membro do Centro Internacional de Estudos Peirceanos, pelo qual publicou quatro artigos. Apresentou mais de 40 trabalhos em congressos no Brasil e no exterior. É membro da International Association for Semiotic Studies (IASS), da Association Française de Sémiotique (AFS) e da Associação Brasileira de Estudos Semióticos (ABES)
 

Ver Currículo