Dupla casperiana no INK HOUSE Brasil

Por: Camila Simões, do Núcleo de Mídias Digitais

Saiba quem são os casperianos que conquistaram o 2º lugar

Créditos: MullenLowe Brasil

Nos dias 7, 8 e 9 de dezembro de 2018 aconteceu o INK HOUSE, evento da agência Mullenlowe Brasil do qual quatro alunos da Faculdade Cásper Líbero participaram. A ação foi uma iniciativa diferenciada de seleção de recursos humanos que visou proporcionar aos alunos do último ano a diversidade de oportunidades que podem ter dentro de uma empresa de marketing e comunicação, contribuindo também para a construção da cultura de colaboração entre a indústria e o mundo acadêmico.

Em outras palavras, o INK HOUSE MullenLowe é uma dinâmica em grupo diferenciada para a seleção de dois estudantes que terão a oportunidade de integrar a equipe do escritório da MullenLowe Brasil (em São Paulo), com um contrato de estágio de seis meses. Os vencedores do 2º lugar participaram de uma experiência bem legal na agência.

O casperiano Lucas Vinicius da Silva Souza e a casperiana Giulia Gurzoni Meschiati, do 3º ano do curso de Publicidade e Propaganda, conquistaram o 2° lugar!

Lucas e Giulia são a dupla abaixada no canto esquerdo da foto | Imagem: Divulgação

Confira o depoimento da dupla sobre essa experiência:

Bom, a Ink House foi um projeto interno realizado pela Mullen Lowe Brasil com o objetivo de encontrar novos talentos na publicidade. Como aluno da Cásper, fui convidado a participar. No começo foi um mistério, todo mundo ali sabia como era a mecânica do projeto, mas a curiosidade maior era pra conhecer o cliente e saber como iríamos, de fato, realizar esse trabalho em 24 horas (a parte mais difícil foi lidar com prazos).

Éramos 7 universidades diferentes e os participantes estavam divididos em duplas. No primeiro dia, tivemos uma recepção super calorosa por toda a agência, nos conhecemos por ali e logo em seguida já partimos para o “brief”.

A partir de então, tínhamos 24 horas cronometradas no relógio para finalizar tudo. Praticamente tivemos a experiência mais próxima da realidade de viver um dia de agência e sentir na pele com era, de fato, trabalhar em um grande projeto.

Todos estavam focados e bem dispostos em fazer um trabalho que brilhasse os olhos dos avaliadores, e nada disso teria acontecido de uma maneira tão fluída e tão saudável, se não fossem os profissionais da agência dando todo o suporte nessa trajetória.

Após o trabalho realizado, entregue e apresentado, houve uma avaliação interna para escolher o melhor projeto e a dupla vencedora ganhava a oportunidade de estagiar na agência. Eu a minha dupla (Giulia) ficamos em 2º lugar e ganhamos como prêmio uma excursão incrível.

Independente dos resultados, me sinto realizado. Realizado de ter amadurecido como futuro publicitário e ter aprendido de perto com profissionais que me inspiram.

Nunca foi tão valioso representar a minha faculdade e participar de um concurso com o nível tão alto. Espero que mais projetos parecidos aconteçam nos próximos anos e que os alunos não deixem de participar, a experiência e o aprendizado são valiosíssimos para a nossa carreira.

Lucas Vinicius da Silva Souza

Participar do INK House da MullenLowe foi uma loucura. E começou muito antes de pisar na agência. Estava com minha dupla fechada, até que por um problema pessoal, ela não poderia ir mais. Foi uma batalha para achar outra pessoa, até que o Lucas me mandou uma mensagem para que fôssemos juntos, porque a dupla dele também não poderia ir.

E foi uma das melhores coisas que aconteceu. Nos demos muito bem, um completava o raciocínio do outro, rolou muita sinergia, e quando ganhamos o desafio de Fini, foi demais! Deu um gás para continuarmos planejando e estruturando nossa ideia do briefing principal. Depois de muitos papéis, post its, café, sorvete e Fini, além de muitas conversas e dicas dos monitores, conseguimos ter um outro ponto de vista sobre o briefing e assim que chegamos no conceito, tudo foi se encaixando e a campanha foi fluindo.

Mesmo ficando em 2º lugar, recebemos feedbacks muito positivos. Tudo o que passamos, o sono, a pressão, valeu muito a pena. Passar por essa experiência foi incrível, você aprende demais, conhece muitas pessoas importantes e sente na pele como é o dia a dia de uma agência.

– Giulia Gurzoni Meschiati