Do protagonismo ao antagonismo

Por: Daniela Parisi

A saída de dois atores do elenco principal seria a justificativa para o fim de Suits – Homens de terno? Após quase dez anos, a série, reconhecida pela qualidade dos diálogos e pelo trabalho dos atores, anuncia sua nona e última temporada. Os números comprovam que na oitava temporada, após a saída de Meghan Markle e Patrick J. Adams, a audiência caiu de 1,3 milhões de telespectadores ao vivo para 1 milhão. Qual o motivo dessa queda tão drástica? A temporada que foi ao ar já sem o casal foi assistida por apenas 317 mil telespectadores. E em pouco tempo os números levaram a USA Network, o canal que a produz, a encerrar o drama jurídico.

O criador da série, Aaron Korsch, conseguiu fazer um excelente percurso como roteirista de primeira viagem, mas sua falta de experiência pode ter sido um fator determinante na hora de repaginar a trama e tentar dar um novo rumo a ela. Na manobra é possível perceber efeitos colaterais inesperados, como a decadência do protagonista e brilhante advogado Harvey Specter e a ascensão de um sofrido antagonista que nos últimos minutos parece ter virado o jogo, Louis Litt.