O Armário Invertido: Comunicação e Discurso sob a Luz de Lampião

Autor: José Augusto de Castro Heeren
Tipo de produção: Produção científica
Classificação: Dissertação/Tese
Data: 17/05/2011

Resumo

Este trabalho investiga os processos comunicacionais presentes no jornal alternativo Lampião da Esquina que circulou nacionalmente de 1978 até 1981, já no período final da ditadura militar, a partir da proposta ideológica elaborada por seu Conselho Editorial: conscientização, visibilidade e troca de experiências. Este tripé contribui para a construção de identidades afirmativas (individuais e coletivas) servindo tanto ao grupo homossexual quanto a outras minorias que também tinham voz dentro de suas páginas. Assim, focamos o processo de produção e compartilhamento de sentidos realizado entre os sujeitos interlocutores, através de uma materialidade simbólica (da produção de sentidos). Tal processo está inserido em determinado contexto sobre o qual atua e do qual recebe os reflexos. Em suma, objetivamos compreender o processo discursivo do jornal Lampião da Esquina, voltado para o público homossexual, e seu compartilhamento de sentidos entre os leitores, a sociedade e o próprio jornal através dos discursos (diretos e indiretos) por ele produzido. Para tanto, o corpus de nossa pesquisa engloba as trinta e sete edições do periódico. São utilizados como fundamentos metodológicos os conceitos de autores como Michel Foucault, Manuel Castells, Zygmunt Bauman, entre outros, e aplicados ao estudo do jornal no decorrer dos três anos de sua existência. Palavras-chave: jornal Lampião da Esquina. Comunicação. Discurso. Identidade. Cultura. Jornalismo.