Toque de recolher do PCC: do boato na web às telas da TV

Autora: Tatiana Massako Kawakami
Tipo de produção: Produção científica
Classificação: Dissertação/Tese
Data: 16/03/2009

Resumo

Este trabalho apresenta um estudo de caso sobre a utilização das informações contidas na internet pelos telejornais e como aconteceu o referido processo. O estudo resgata a importância do papel jornalístico para a sociedade brasileira, baseado na veracidade do que é narrado e na credibilidade das informações. Paraisso faz-se necessário entender alguns conceitos; temporalidade, fontes, relevância dos assuntos, a importância das pautas jornalísticas, o sensacionalismo, entre outros, mas sempre destacando o recurso contemporâneo de acessibilidade às informações e utilização das ferramentas da rede de computadores para a construção das informações disponibilizadas nos telejornais. Dessa maneira, o presente trabalho propõe estudar os processos envolvidos na formação do discurso do telejornal, seus impactos e variáveis que afetam o comportamento humano.
Muitas informações partem do telejornal para a web e vice-versa, cabendo ao profissional da comunicação o papel de selecionador de informações para que os dados não sejam distorcidos, propagando informações sem credibilidade, dando início a um boato generalizado baseado no sensacionalismo. Utilizou-se o estudo de caso “Primeiro Comando da Capital” (15/5/2006 – São Paulo), pois sabe-se que muitas informações  envolvendo o caso não foram comprovadas e que, mesmo assim, cidadãos deixaram de sair às ruas devido à crença na ocorrência de ataques constantes a militares e civis, e principalmente pelo “toque de recolher” cujaveracidade e autoria também não foram constatados, mas que as mídias e, principalmente, o telejornal e a internet divulgaram as informações, contribuindo objetivamente para a instalação de pânico na sociedade por meio da intensificação de boatos.
Palavras-chave: Telejornal. Internet. Boato. PCC. Credibilidade. Fontes