“A emoção verdadeira está no som, não na imagem”, revela Alan Romero, técnico de som de Hollywood em aula especial

Por: Felipe dos Santos Araújo e Fernanda Salvador Bernardeli Cruz

O encontro foi realizado em parceria com a produtora Vancouver Film School

(foto divulgação) 

Na segunda-feira, 31 de maio, a Faculdade Cásper Líbero, em parceria com a produtora Vancouver Film School, recebeu  Alan Romero, técnico de som de Hollywood com participação em produções vencedores do Oscar como “Nomadland” e “Roma”.   

O encontro foi mediado pelos professores Alexandre Marino Fernandez e Marco Vale, e teve como objetivo mostrar os desafios da profissão, trazendo uma perspectiva de quem está na estrada há muito tempo e tem paixão pelo que faz. Romero falou sobre a importância do processo de criação do som durante um filme.

“Existem muitos elementos que acontecem quando estamos gravando. Principalmente em filme. Claro, depende do orçamento, mas nunca podemos esquecer que nossa função é contar a história através do som”. 

Durante o bate-papo, o profissional hollywoodiano aproveitou para dar conselhos aos estudantes de Rádio, TV e Internet que têm interesse em trabalhar na área.

“É preciso ouvir com muita sensibilidade, pois a junção de sons forma uma cena. Essa é a beleza do filme. O melhor é juntar todas as ideias e ver o que mais combina com personagem e a ideia principal. Os pequenos detalhes importam muito”. Neste ponto, também trouxe algumas dicas. “Tem que regravar algumas coisas, como os passos. É preciso regravar e pensar em relação ao que os atores estão fazendo naquela cena. O som deles bebendo no copo, mexendo na cadeira e o tipo da cadeira”.  

Ainda sobre o tema, completou:

“De fato, é necessário contar uma história, mas também precisa pensar no modo como você está criando essa narrativa e o caminho que ela está indo. Isso pode aumentar o drama e dar ênfase no que você quer contar. As imagens dizem muito, mas o som dita o tom da sua história e como ela será contada”. 

Por fim, Alan Romero agradeceu o convite e disse esperar voltar para mais eventos na Cásper Líbero. E deixou um último recado para os participantes do encontro.

“Sempre façam algo por amor. Falo isso por experiência própria. Nunca se sabe qual será o seu projeto que vai ganhar um Oscar. Faça sempre o melhor que puder independente do resultado. Lembrem-se, a emoção verdadeira está no som, não na imagem”.