“Cásper” apresenta novo visual

Por: Ricardo Nóbrega, Assessoria de Imprensa da Fundação Cásper Líbero

Conheça a nova identidade visual da faculdade

Nesta segunda-feira, 1º de fevereiro, a Faculdade Cásper Líbero apresentou sua mais nova identidade visual. Aliada às novas formas de comunicação, principalmente àquelas atravessadas pelas plataformas, a modernidade aparece como uma das principais características do logotipo.

De acordo com o professor e doutor Welington Andrade, diretor da Faculdade Cásper Líbero, essa reformulação tem como objetivo trazer mais inovação e modernidade. Por isso, o logotipo carrega a ideia de ser mais leve e descontraído.

“Todos nós nos referimos à faculdade simplesmente como a ‘Cásper’, e esse misto de informalidade e afetividade pautou essa criação”, explicou.

Neste contexto, a opção de utilizar apenas o nome Cásper no logo atende a busca por uma maior afinidade com o público conectado, principalmente jovens recém-chegados ao mercado de trabalho. Desta forma, espera-se também uma interlocução com os novos públicos, além de aderência plena aos meios, formatos e recursos de comunicação.

O projeto, elaborado pela Comunicação Visual da Fundação Cásper Líbero, contou com a participação dos casperianos Laura Gonzaga, Victor Madeira e Kenneth Freire. Para esta equipe, foi uma grande responsabilidade cuidar da identidade visual e do rebranding de uma faculdade que ensina justamente isso.

”Ter a oportunidade única de trabalhar com uma marca que acompanhamos faz muitos anos e que fez parte da nossa formação como profissionais da comunicação é indescritível”, conta Madeira.

Segundo Denise Wuilleumier, Gerente de Comunicação Visual da Fundação Cásper Líbero e coordenadora do projeto, a identidade anterior não traduzia para o mercado e o público alvo, a face moderna e conectada da faculdade.

“A Cásper já apresentava esses diferenciais, mas era preciso que a marca os evidenciasse, daí a importância da reformulação”.

A utilização de linguagem estética técnica, mostrando os bastidores da comunicação, evidencia o que o aluno aprende na faculdade e demonstra um projeto em constante evolução. A ideia do colchete, por exemplo, mostra o conceito de que o projeto está em andamento; ele não se fecha porque está sempre em construção, sempre há algo para acrescentar e evoluir.

Somada à fonte utilizada, que proporciona um tom de clareza na comunicação, um outro quesito apresentado foi a conexão – representada pela junção da letra e do acento.