Desafio de Comunicação e Ética com o Pacto Global da ONU

Por: Sâmia Sahyoun

Alunos de Relações Públicas apresentam seus projetos finais

Banca avaliadora dos trabalhos apresentados pelos alunos do 3° ano de Relações Públicas

No dia 29 de agosto tive a oportunidade de cobrir a apresentação final da 6º edição do Desafio de Comunicação e Ética, trabalho desenvolvido pelos alunos do 3º ano de Relações Públicas e que teve como cliente em 2018 a Rede Brasil do Pacto Global da ONU.

Neste projeto da Disciplina “Relações Públicas, Ética e Responsabilidade Corporativa” que já teve clientes como o Itaú, Siemens, Dudalina, Danone e Whirlpool, as organizações apresentam demandas de comunicação relativas a integridade e responsabilidade corporativa para receberem propostas de comunicação.

A Rede Brasil do Pacto Global tem como objetivo mobilizar a comunidade empresarial no país para adoção de valores em suas práticas de negócios, nas áreas de direitos humanos, relações de trabalho, meio ambiente e combate à corrupção. No dia 09 de abril o cliente apresentou os três desafios, um para cada turma do 3º ano, que ao longo dos três meses foram trabalhados pelas agências experimentais, e as 20 melhores ações (por votação dos alunos), integraram o plano que foi apresentado ao cliente.

O 3RPD apresentou o projeto para o Banco de Boas Práticas da Rede Brasil, para incentivar as signatárias da Rede Brasil do Pacto Global a inscreverem cases e para promover conhecimento e engajamento às Boas Práticas por parte das organizações e da sociedade. Entre as ações propostas, para sensibilizar a sociedade para a importância do prêmio, estava uma experiência sensorial em uma cabine que mostra como ficará o mundo se as metas dos ODS não forem alcançadas até 2030.

O segundo grupo a expor seu trabalho, o 3RPC, tinha como enfoque a campanha para mídias digitas. Sendo assim, observei o protagonismo da comunicação digital para guiar essas ações. Com o uso da hashtag #missão2030, foi criada uma campanha digital que visa estimular organizações, formadores de opinião e a sociedade a postarem em suas redes sociais suas contribuições para construir um 2030 melhor. Também foi exposto peças com fotos e um vídeo tocante a respeito da necessidade de mudança da relação do homem com o meio ambiente.

O 3RPA encerrou a noite com uma apresentação baseada no engajamento de parceiros e fornecedores e na disseminação da mensagem do Pacto Global, para que cada vez mais membros façam parte dessa iniciativa. A estratégia proposta pelo grupo consiste em divulgar um kit com materiais vinculados aos princípios da ONU, com cartazes para serem utilizados em salas de reuniões, calendários e pen-drives e, também, na produção de vídeos com discursos de CEOS de grandes empresas, que geram uma legitimidade no público, e aumentam a dimensão da ação.

Ao final, representantes do Pacto Global (Carlo Pereira – secretário executivo e Fernanda Arimura – head de comunicação) e da BRF, que é uma das empresas signatárias do Pacto, (Mariana Moreira – gerente de sustentabilidade e Reynaldo Goto – diretor de compliance) debateram os trabalhos, apontando suas qualidades e oferecendo opiniões construtivas. Para que assim, no futuro, haja a possibilidade dessas ações serem implementadas pela Rede Brasil do Pacto Global e suas organizações parceiras.

Acompanhar todo esse processo de construção e exposição das ações foi uma experiência muito enriquecedora. Pude conhecer mais sobre a relação do homem com o meio ambiente e da necessidade do protagonismo de nós, comunicadores, na hora de lidar com assuntos que assumem dimensão global.

E aí, vamos selar esse pacto?