Revista Cásper

logo_revista_casper

Edição atual

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Revista Cásper – Nº 23 – Fevereiro 2018

Editorial

Uma edição diversificada 

Diversidade é um dos principais ingredientes para fazer uma revista. Significa, no jargão jornalístico, fascinar o leitor com um leque de assuntos interessantes e uma beleza visual em suas páginas. É um contrato renovado a cada edição. A revista CÁSPER assume esse compromisso mais uma vez. Por ser temática, porque trata exclusivamente do universo da comunicação, há o desafio constante de apresentar novos e variados conteúdos. Este desafio se materializou na reportagem de capa, em que tratamos do tema da transmídia. As histórias, para serem bem contadas, não podem mais se limitar a uma só mídia, a uma só plataforma. O storytelling, que virou também um belo infográfico neste número, é hoje uma realidade para os comunicadores.

A edição apresenta ainda jornadas distintas no campo audiovisual, que vai de uma criativa série para internet feita por casperianos, da TV Quase que “quase” abarca o mundo com múltiplas produções até a combativa TVT, uma pequena emissora feita por e para os trabalhadores. Não nos descuidamos de diversificar as pautas, falando da Oficina Tipográfica, uma ourivesaria que preserva a cultura gráfica no Brasil, e também dos cinco anos da Lei de Acesso à Informação, que revolucionou o jornalismo brasileiro.

E já que o assunto é diversidade precisávamos falar dela, a própria diversidade. Como a comunicação tem abordado essa questão? Com essa pergunta em mente, o diversificado time de repórteres e editores da CÁSPER produziu um panorama dos quatro ramos comunicacionais. O retrato não é dos melhores, mas a evolução já se faz sentir. Em vez de vilão, a publicidade com suas peças que mobilizam milhões tem procurado abrir espaço para o diferente e as minorias. Há progressos também nas produções de rádio e TV, e o jornalismo já percebeu que precisa fazer a lição de casa dentro das redações.

Boa leitura – ou deveríamos dizer “boas histórias”?

Eduardo Nunomura
Editor-chefe