Ariovaldo Vicentini

Nasceu em Jundiaí, São Paulo, mesma cidade onde vive e iniciou sua carreira como fotógrafo em 1979, no Jornal de Segunda. Além de repórter fotográfico trabalhou num estúdio fotográfico próprio até 1989, quando entrou para o grupo de fotógrafos do Grupo Estado. Fotografou para os jornais O Estado de S. Paulo e o extinto Jornal da Tarde, de 1989 até 1996. Ainda durante seu período Grupo Estado, teve uma experiência como subeditor de fotografia do portal Estadao.com. Após essa temporada, aceitou o convite para ser o editor de fotografia do Jornal de Jundiaí.  A partir de 1999, aceitou o desafio e o convite para trabalhar para o Diário Lance, a princípio como fotógrafo e depois como editor regional. Em 2008, passou a ser o editor nacional do periódico, cargo que ocupa até hoje. Na área acadêmica, possui formação em Direito pela Faculdade de Direito Padre Anchieta, de Jundiaí (curso terminado em 1994) e uma  pós-graduação em Artes com ênfase em Fotografia, pela Faculdade de Comunicação e Artes do Senac (concluída em 2004). No ano seguinte, passou a ministrar aulas de Fotojornalismo no curso de Jornalismo da Faculdade Cásper Líbero, onde leciona até os dias atuais. É autor, em parceria com o professor Erivam Moraes de Oliveira, do livro Fotojornalismo: uma viagem entre o analógico e o digital, editado pela Cengage Learning (2010, 108 páginas).

 

Ver Currículo