Fotografias familiares cotidianas: as imagens como recursos tecnológicos de extensão da memória biológica urbana

Autora: Elisete Duarte Baião
Tipo de produção: Produção científica
Classificação: Dissertação/Tese
Data: 25/10/2010

Resumo

Fotografias Familiares Cotidianas: as imagens como recursos comunicacionais tecnológicos de extensão da memória biológica humana é resultado de um trabalho ligado à linha de pesquisa Processos Midiáticos: Tecnologia e Mercado e reúne contribuições teóricas interdisciplinares a fim de aprofundar o estudo da fotografia de forma dialógica, compreendendoa por meio de sua história sócio-comunicacional e tecnológica. Nesse sentido, adota-se a pesquisa qualitativa-bibliográfica como recurso metodológico exploratório e norteador para a análise de referenciais marcantes sobre o objeto em questão – a fotografia como uma memória externa ao indivíduo. A amostra teórica selecionada segue critérios de representatividade para garantir a interdisciplinaridade exigida nos objetivos: mostrar as transformações ocorridas nos registros de eventos familiares com o advento da digitalização das fotografias e estudar as tecnologias digitais utilizadas pela fotografia como extensão da memória biológica humana. Dessa forma, procura-se, de forma dedutiva e dialética, estabelecer relações de conceitos e posturas de autores, frente à fotografia, nas áreas de comunicação social, neurociência e tecnologia, no último século. A confluência interdisciplinar da pesquisa, aliada ao recorte temporal contribuem para contextualizar as transformações sócio-tecnológicas no campo da fotografia e problematizar sobre a valorização do recurso, bem como sobre a proliferação do hábito de registro e arquivo de imagens fotográficas como memória auxiliar à biológica e humana. A pesquisa traz indicadores de que a fotografia familiar cotidiana auxilia a memória biológica como fonte de evocação de lembranças, tornado-se um prolongamento tecnológico da memória.
Palavras-chave: Fotografia. Família. Memória. Tecnologia. Extensão.