Rádio comunitária. Os desafios do ambiente educativo da Rádio Heliópolis FM

Autor: Sérgio Pinheiro da Silva
Tipo de produção: Produção científica
Classificação: Dissertação/Tese
Data: 01/10/2010

Resumo

A presente dissertação busca entender a comunicação realizada através da rádio comunitária do bairro Heliópolis – cuja população constitui a maior comunidade popular de São Paulo, com 125 mil habitantes em uma área de pouco mais de 700 mil m². Ao abordar a programação da emissora mantida pela UNAS (União das Associações dos Moradores de Heliópolis e São João Clímaco), observa-se o ambiente educativo ao redor da rádio. Dentro do ambiente de pesquisa, define-se comunidade como um conjunto de pessoas que se organizam sob um conjunto de normas; geralmente vivem no mesmo local e buscam melhores condições na qualidade de vida e educação. Através do diálogo com Martin Buber e Guy Debord, procura-se trazer à tona os vínculos presentes entre os comunitários, as tensões da sociedade do espetáculo estudada por Guy Debord e a proposta de relação de Martin Buber na forma como os cidadãos se relacionam com os outros. No desenvolvimento do trabalho, foram realizadas pesquisas de campo com visitas na comunidade, conversas com os moradores de Heliópolis e entrevistas com colaboradores, diretores da rádio e da UNAS – além de profissionais de grande importância na história da emissora. A rádio comunitária Heliópolis FM presta o serviço comunitário ao configurar-se um instrumento vinculador e favorecer um ambiente educativo entre os comunitários, procurando, no contexto das tensões e limites, encontrar meios para solucionar os problemas compartilhados pelas pessoas que vivem na comunidade em foco.
Palavras-chave: Heliópolis. Comunidade. Rádio Comunitária. Ambiente Educativo. Cultura do Ouvir.