Personagens da cidade

Por: Juliana Novello

logo_arruaça

Edição nº 1 – 2014

A cidade de São Paulo, como toda metrópole, tem histórias cheias de personagens que passam despercebidos por grande parte dos cidadãos. Pessoas que estão presentes todos os dias, mas que pouca gente nota. É exatamente isso o que acontece com os carroceiros ou, como também são chamados, catadores de papel.
Lixo para alguns, luxo para outros. Esses personagens carregam materiais recicláveis, entulho e tudo aquilo que alguns cidadãos não desejam mais ter em seu dia-a-dia, mas que para eles garantem a sobrevivência diária.
Apenas em São Paulo existem mais de 20.000 catadores que são responsáveis por coletar 90% de todo o lixo reciclável da cidade. Onde se enxerga resíduo, estes trabalhadores enxergam fonte de renda e oportunidade de uma vida melhor para eles e suas famílias.

Foi pensando em homenagear essa classe pouco reconhecida pela população que os publicitários Guilherme Manzi, Lucas Silva e Vítor Barbato, em pareceria com o projeto Pimp My Carroça*, criaram o projeto ‘Os Nomes da Rua’.

Os três publicitários e o pessoal do Pimp My Carroça se deram conta de que os nomes das placas de ruas serviam normalmente para fazer uma homenagem a quem foi importante para o espaço. Nada mais justo que lembrar por meio dessa sinalização aqueles que são responsáveis por fazer da capital paulista um lugar mais limpo.

A ação começou em maio desse ano e espalhou as placas estilizadas pelas ruas em que os carroceiros passam diariamente. Nessas placas foram colocados seus nomes e, em alguns casos, explicações dos apelidos dados aos profissionais.

Uma das homenagens foi feita no centro de São Paulo, no cruzamento da Avenida Rio Branco com a Rua dos Gusmões, que passou a se chamar: “Rua Rafael dos Santos – carinhosamente chamada de Bahia. Rafael dos Santos é mais um trabalhador que veio tentar a sorte em São Paulo, e a encontrou como catador. Mas sortudos mesmo somos nós, pois há 20 anos contamos com ele para cuidar da cidade”.

A iniciativa também faz com que os paulistanos interajam mais com o espaço em que vivem, pois quem encontrar essas placas pelo caminho pode tirar uma foto e postar nas redes sociais com a #pimpnarua. Essas imagens serão publicadas no site oficial do ‘Os Nomes da Rua’: tumblr.com/pimpnarua.

*Pimp My Carroça: idealizado em 2007 pelo artiativista Thiago Mundano, é um projeto em que as carroças passam por uma reforma estrutural, por um reforço nos itens de segurança, por uma transformação no visual por meio da arte do grafite e é colocada uma frase que o carroceiro admira.