Corpo Docente do Mestrado

prof. dimas

Dimas Antônio Künsch

Doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo, USP (2004). Formado em Filosofia pela Faculdade de Filosofia Nossa Senhora Medianeira e em Teologia pela Universidade de Innsbruck (Áustria).
É mestre em Integração da América Latina pela USP e especialista em Psicologia Junguiana pela Faculdade de Ciências da Saúde de São Paulo.

Lidera o Grupo de Pesquisa Comunicação, Jornalismo e Epistemologia da Compreensão, do CNPq (2008), e é responsável pelo Projeto de Pesquisa A Compreensão como Método: suas teorias e práticas, ambos do Programa de Pós-graduação – Mestrado em Comunicação da Faculdade Cásper Líbero. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Comunicação, atuando principalmente nos seguintes temas: comunicação, jornalismo, narrativas contemporâneas, teorias da comunicação, epistemologia da comunicação, pensamento da complexidade e pensamento da compreensão.

É também professor da graduação (Jornalismo opinativo) e da pós-graduação lato sensu (Mídia, complexidade e poder) da Faculdade Cásper Líbero. É autor de livros, capítulos de livros e artigos científicos na área. Entre as principais obras encontram-se Comunicação: saber, arte ou ciência? (São Paulo: Plêiade, 2008), Comunicação, jornalismo e compreensão (São Paulo: Plêiade, 2010), organizada com Luís Mauro Sá Martino, e Jornalismo contemporâneo: figurações, impasses e perspectivas (Salvador: Edufba, 2011), o Livro da Compós 2011, organizado com Gislene Silva, Christa Berger e Afonso Albuquerque.

Ver Currículo

 

prof. josé eugenio

José Eugenio de Oliveira Menezes

Doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo, USP (2004). Formado em Jornalismo pela Universidade Metodista de Piracicaba, SP, Unimep, em Filosofia pela Faculdade Salesiana de Filosofia, Ciências e Letras de Lorena, SP, e em Teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, PUC/PR.

É mestre em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP. Lidera o Grupo de Pesquisa Comunicação e Cultura do Ouvir, do CNPq (2008), e é responsável pelo Projeto de Pesquisa Ecologia da Comunicação, ambos do Programa de Pós-graduação – Mestrado em Comunicação da Faculdade Cásper Líbero. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Comunicação, atuando principalmente nos seguintes temas: comunicação, teoria da comunicação, cultura do ouvir, ecologia da comunicação, rádio, áudio, escalada da abstração, narrativa, jornalismo e cultura de rede. É também professor da graduação (Teoria da Comunicação) e da pós-graduação lato sensu (Metodologia e Teorias da Comunicação) da Faculdade Cásper Líbero. É autor de livros, capítulos de livros e artigos científicos na área. Entre as principais obras encontram-se Rádio e cidade: vínculos sonoros (São Paulo: Annablume, 2007), Processos e produtos midiáticos (São Paulo: Plêiade, 2010), organizada com Luís Mauro Sá Martino, e Comunicação e cultura do ouvir (São Paulo: Plêiade, 2012), organizada com Marcelo Cardoso.

Ver Currículo

prof. roberto

Antônio Roberto Chiachiri Filho

Doutor em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP (2008). Formado em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda pela PUC/SP.

É mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC/SP. Lidera o Grupo de Pesquisa Linguagens e Tecnologias Comunicacionais: Integração e Exclusão – InEx, do CNPq (2012), e é responsável pelo Projeto de Pesquisa Tecnologias Digitais: Tempo e Linguagem, ambos do Programa de Pós-graduação – Mestrado em Comunicação da Faculdade Cásper Líbero. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Semiótica, atuando principalmente nos seguintes temas: semiótica, comunicação, publicidade, Peirce, sugestão na publicidade, imagens gastronômicas. É também professor da graduação (Ética e Legislação Publicitária) e da pós-graduação lato sensu (Semiótica e Eficácia da Comunicação) da Faculdade Cásper Líbero. É autor de livros, capítulos de livros e artigos científicos na área. Entre as principais obras encontram-se Estratégias de sugestão na publicidade: uma análise semiótica (São Paulo: Academia Editorial, 2007), O poder sugestivo da publicidade: uma análise semiótica (São Paulo: Cengage Learning, 2010) e Comunicação, cultura de rede e jornalismo (São Paulo: Almedina, 2012), organizada com Dulcilia Buitoni.

Ver Currículo

prof. cláudio

Cláudio Novaes Pinto Coelho

Doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo, USP (1991). Formado em Ciências Sociais pela USP.

É mestre em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas, SP, Unicamp. Lidera o Grupo de Pesquisa Comunicação e Sociedade do Espetáculo, do CNPq (2006), e é responsável pelos Projetos de Pesquisa Comunicação, Cultura e Espetáculo e Mídia, Política e Espetáculo, do Programa de Pós-graduação – Mestrado em Comunicação da Faculdade Cásper Líbero. Tem experiência na área de Comunicação e Sociologia, com ênfase em Teoria Crítica da Comunicação e Teoria Sociológica Contemporânea, atuando principalmente nos seguintes temas: comunicação jornalística, indústria cultural, comunicação publicitária, cultura de consumo, comunicação política e sociedade do espetáculo. É também professor da pós-graduação lato sensu (Comunicação, globalização e cultura da imagem) da Faculdade Cásper Líbero. É autor de livros, capítulos de livros e artigos científicos na área. Entre as principais obras encontram-se Publicidade: é possível escapar? (São Paulo: Paulus, 2003), Comunicação e Sociedade do Espetáculo (São Paulo: Paulus, 2006), organizada com Valdir José de Castro, e Estudos de Comunicação Contemporânea: perspectivas e trajetórias (São Paulo: Plêiade, 2012), organizada com Dimas A. Künsch e José Eugenio de Oliveira Menezes.

Ver Currículo

 

prof. luís mauro

Luís Mauro Sá Martino

Doutor em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP (2004). Formado em Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero.

É mestre em Ciências Sociais pela PUC/SP. Lidera o Grupo de Pesquisa Mídia, Instituições e Poder Simbólico, do CNPq (2012), e é responsável pelo Projeto de Pesquisa Teorias da Comunicação: Processos, Instituições e Epistemologia, ambos do Programa de Pós-graduação – Mestrado em Comunicação da Faculdade Cásper Líbero. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Comunicação, atuando principalmente nos seguintes temas: teorias da comunicação, mídia e religião, processo de produção de notícias, entretenimento e política. É também professor da graduação (Comunicação Comparada) e da pós-graduação lato sensu (Comunicação em Rede, Esfera Pública e Cibercultura) da Faculdade Cásper Líbero. É autor de livros, capítulos de livros e artigos científicos na área. Entre as principais obras encontram-se Teoria da comunicação (Petrópolis: Vozes, 2009), Comunicação e identidade (São Paulo: Paulus, 2010) e The mediatization of religion (Londres: Ashgate, 2013).

Ver Currículo

Simonetta Persichetti

Doutora em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP (2001). Formada em Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero.

É mestre em Comunicação e Artes pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Integra o Grupo de Pesquisa Comunicação e Cultura Visual, do CNPq (2006), e é responsável pelo Projeto de Pesquisa Fotografia, Jornalismo e Identidade, ambos do Programa de Pós-graduação – Mestrado em Comunicação da Faculdade Cásper Líbero. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Fotojornalismo, atuando principalmente nos seguintes temas: comunicação, jornalismo, fotojornalismo, imagem e tecnologia da imagem. É também professora da graduação (Fotojornalismo) e da pós-graduação lato sensu (A Imagem Fotográfica no Jornalismo) da Faculdade Cásper Líbero. É autora de livros, capítulos de livros e artigos científicos na área. Entre as principais obras encontram-se Encontros com a fotografia (Fortaleza/São Paulo: Tempo d’Imagem, 2009), Imagens da fotografia brasileira (Vols. 1 e 2. São Paulo: Estação Liberdade/Senac, 1997/2000) e Mídia e comunicação contemporânea: relatos de pesquisas (São Paulo: Plêiade, 2012), organizada com Edilson Cazeloto e Luís Mauro Sá Martino.

Ver Currículo

Marcelo Santos

Doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP (2012). Formado em Design Gráfico pelo Instituo Federal de Educação Tecnológica de Pernambuco e em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco.

Realizou estágios de pesquisa na Århus Universitet, Dinamarca, junto ao Center for Semiotik (Área de Concentração: Kognitiv Semiotik), e na Universidade de Toronto, Canadá, onde, supervisionado por John M. Kennedy, dedicou-se à teoria da Affordance. Nos últimos anos, concentra seus interesses na discussão epistemológica da comunicação visual e na análise das relações semióticas entre tato e visão. Em 2014, aprovou no CNPq (Edital Universal) financiamento para projeto de pesquisa dedicado a investigar a audiodescrição a partir da perspectiva comunicacional. Também possui considerável produção de caráter interdisciplinar, voltada à crítica dos fenômenos culturais/comunicacionais. No ano de 2010, idealizou e ajudou a coordenar uma oficina de desenho para pessoas com deficiência visual, realizada nas dependências do Museu de Arte Moderna de São Paulo. Apresentou mais de 30 trabalhos em congressos no Brasil e no exterior. Publicou diversos artigos em periódicos especializados.

Ver Currículo

Ana Luiza Coiro Moraes

Doutora em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUC/RS (2008), realizou Estágio Pós-Doutoral em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal da Bahia, UFBA (2013). Formada em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

É mestre em Comunicação Social pela PUC/RS. É vice-líder do grupo de pesquisa Estudos Culturais e Audiovisualidades, do CNPq (2013), e responsável pelo projeto de pesquisa Estudos Culturais Aplicados a Pesquisas em Memória Social: o circuito da cultura como instrumental, com apoio do MCTI/CNPQ-Edital Universal. Integra, ainda, o projeto de pesquisa Memória e Patrimônio da Fundação Cultural Piratini: o acervo audiovisual da TVE, com apoio do Edital PQG – Pesquisador Gaúcho, da Fapergs. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Teoria da Comunicação, atuando principalmente nos seguintes temas: epistemologia dos estudos culturais, protocolos analíticos para pesquisas em comunicação sob o amparo teórico-metodológico dos estudos culturais, personagens/protagonistas do discurso midiático. Organizou livros, dentre os quais se destaca Estudos das mídias: tecnologias, reconfigurações e convergências e TVs Públicas: memórias de arquivos audiovisuais (no prelo). Publicou diversos artigos em periódicos especializados, bem como capítulos de livros.

Ver Currículo