O ano em que o sol morreu: diálogos entre filosofia e cinema

Inscrições encerradas. Para mais informações envie um e-mail para [email protected] ou ligue para 3170-5910 / 3170-5911

Informações gerais

Teatro Cásper Líbero
Data

28 de abril de 2016

Horários

19h

Descrição

No dia 28 de abril, todos os alunos do curso de Rádio, TV e Internet estão convidados para a exibição do curta O ano em que o sol morreu, produzido e dirigido por Danilo Carvalho (aluno do curso de RTVI), seguido de uma mesa de debates com a participação dos convidados: Prof. Dr. Ivan Risafi de Pontes; Profa. Dra. Sabina Reggiani Anzuategui; Prof. Ruggero Ruschioni e mediação do Prof. Dr. Mauro Araujo de Sousa. O objetivo do encontro é abordar temáticas nietzschianas utilizando como ponto de partida a perspectiva observada curta-metragem.

O Ano em que o sol morreu
Sinopse: O ano em que o sol morreu conta a história de Lisbella, universitária de filosofia que passa pelo momento mais crítico de sua vida. Após um ano se ressentindo com erros de seu passado, Lisbella começa a ter visões da morte do Sol. Em volta de sua própria decadência, cabe a jovem moça mudar o rumo de sua vida... ou contemplar a sua própria destruição.

Componentes da mesa de debates:
Prof. Dr. Ivan Risafi de Pontes – Pós-doutorado na Unicamp. Doutor em Filosofia pela Universidade Humboldt de Berlim, com tese sobre o papel filosófico e estético do Sátiro e Sileno no pensamento de Nietzsche. Mestre em Filosofia, Literatura Brasileira e Italiana pela Universidade de Freiburg, pesquisou a concepção da arte para Nietzsche no Nascimento da Tragédia. Tem vários trabalhos publicados na Alemanha.

Profa. Dra. Sabina Reggiani Anzuategui – Leciona Técnicas de roteirização, na Faculdade Cásper Líbero. É Doutora em MEIOS E PROCESSOS AUDIOVISUAIS, pela USP, com a tese O grito de Jorge Andrade: a experiência de um autor na telenovela brasileira dos anos 1970. Mestre em Ciências da Comunicação (USP). Autora dos romances “Calcinha no Varal” (Cia. das Letras, 2005) e "O afeto ou Caderno sobre a mesa" (7 Letras, 2011). Escreveu os roteiros de "Ausência" (2014) e "A casa de Alice" (2007), de Chico Teixeira, premiados em festivais nacionais e internacionais. Para o polêmico Sérgio Bianchi, escreveu "Jogo das decapitações" (2013) e colaborou em "Quanto vale ou é por quilo?" (2005). Também escreveu os filmes "Como esquecer" (Malu de Martino, 2010) e "Desmundo" (Alain Fresnot, 2003), bem recebidos pela crítica e pelo público do circuito cultural.

Prof. Ruggero Ruschioni – Professor de elementos de Linguagem Musical, na Faculdade Cásper Líbero, é mestre em Cinema Rádio e Televisão pela ECA, especialista em Multimeios pela Media Research Lab New York University, Bacharel em Regência e composição.

Danilo Carvalho – 21 anos. Estudante do curso de Rádio TV e Internet da Faculdade Cásper Líbero, integra a Clact Zoom, produtora Experimental da Cásper. Cineasta, diretor do filme O ano em que o sol morreu.

Mediação do Prof. Dr. Mauro Araujo de Sousa – Leciona Filosofia na Faculdade Cásper Líbero, fez pós-doutorado em Filosofia pela UFSCar, é Doutor em Filosofia pela PUCSP e Mestre em Ciências da Religião. Já escreveu pelo menos 08 livros sobre o pensamento de Nietzsche, publicados no Brasil.

Público

Alunos do 1RPC e 1RPD; 1JOD e 1JOC; 2RTVIC e 3RTVIC bem como demais interessados externos, mediante inscrição prévia.

Inscrições para o público externo: Envie previamente, um e-mail com seu nome, RG e nome da instituição que representa para: [email protected] Feito isto, aguarde a confirmação de inscrição.