Pensamento cíclico

Por: Pedro Debs Brito

Revista Comtempo

Revista Eletrônica da Pós-Graduação da Cásper Líbero – ISSN 2176-6231
Volume 7, nº 3 – set./dez. 2015

Resumo
O objetivo deste artigo é trabalhar com as noções que Mircea Eliade e Martin Buber produziram em suas obras O Mito do Eterno Retorno e Eu e Tu, respectivamente. Aqui, o que nos chama atenção como uma possível ponte das ideias de ambos os estudiosos é a ideia da repetição da cosmogonia, formulada por Eliade, como um fundamento arquetípico para a relação dialógica que Buber propõe. O que entendemos é que a atualização do sujeito ao falar a palavra-princípio Eu-Tu reconstrói um ato primordial e arquetípico do humano, então nossa proposta é que a relação é um arquétipo para a existência humana. Nossa proposta é descobrir se essa hipótese é possível ou não por meio da leitura dos textos Mito do Eterno Retorno e Eu-Tu.

Palavras-chave
Dialogia. Eu-Tu. Mito do Eterno Retorno. Arquétipo. Cosmogonia.

Leia o artigo completo.