O Tártaro é Pior do que Você Imaginava

Por: Gabriela Colicigno, aluna do 3º ano de jornalismo

No quarto livro da série Os Heróis do Olimpo, o escritor Rick Riordan mostra amadurecimento, mas não supera Percy Jackson e os Olimpianos

 

Crédito: John Rocco

O quarto volume da série Os Heróis do Olimpo chega traduzido às livrarias brasileiras ao mesmo tempo que os volumes em inglês. A Editora Intrínseca fez um bom trabalho e conseguiu disponibilizar o livro em tempo recorde. Em A Casa de Hades, acompanhamos Percy, Anabeth e os outros cinco heróis por mais uma aventura recheada de mitos gregos e romanos. Dessa vez situada na Europa e norte da África, eles precisam enfrentar desafios ainda mais complexos do que tudo o que já haviam visto. Rick Riordan nos guia por situações incríveis e desafiadoras com uma narrativa firme, mas descontraída.

Sendo o quarto e penúltimo livro da segunda série estrelando os Olimpianos, é notável o amadurecimento do autor. Riordan criou uma narrativa menos truncada, mais fluida, e sem perder o tom irônico de todos os livros anteriores.

Dessa vez, Percy e a namorada estão presos no Tártaro e o resto dos amigos tenta chegar até as Portas da Morte ao mesmo tempo que eles, só que pelo lado de fora. Para frustrar parte dos planos de Gaia, a deusa que é, basicamente a Terra, eles precisam fechar as portas por dentro e por fora. Cabe ao nosso casal mais antigo fazer isso pelo jeito mais difícil. No Tártaro, eles enfrentam diversos monstros novamente. Só que dessa vez tem uma diferença: eles não morrem! Quer dizer, eles morrem e vão… bem, para o Tártaro. Os gigantes também estão de volta, assim como vários outros monstros de nome estranho, velhos conhecidos de Percy e Anabeth.

A coisa não é mais tão simples quanto lutar. É preciso se esconder, ludibriar e escolher bem os amigos. Nesse livro, acompanhamos o ponto de vista de vários personagens, o que pode tornar a leitura ligeiramente confusa, com o vai-e-vem de situações. Mesmo assim, a narrativa é bem estruturada e em poucos parágrafos você se situa novamente naquele ambiente. Aliás, Rick Riordan conseguiu dar mais profundidade para cada personagem que já conhecíamos dos livros anteriores.

A Casa de Hades é um livro recheado de novas aventuras, mas continua sem um final. Enquanto na série Percy Jackson e os Olimpianos cada livro terminava uma aventura e um ciclo, em Os Heróis do Olimpo isso não acontece: cada livro começa exatamente onde o anterior parou. É necessário esperar que seja lançado o último volume, previsto para 2014, para saber se os heróis realmente vão conseguir deter Gaia e salvar os humanos, deuses e criaturas da Terra.