Uma imagem não vale por mil palavras, não

Por: Deysi Cioccari

Grupo de pesquisa da Cásper discute imagem na contemporaneidade

Foto: Laura Uliana

Se você afirma que “uma imagem vale por mil palavras”, você precisa rever seus conceitos. Ou participar do grupo de pesquisa Comunicação, Cultura e Visualidades, da Cásper Líbero. A professora Simonetta Persichetti, coordenadora do grupo e crítica de fotografia, avisa logo de início: “é um erro pensar que uma imagem vale por mil palavras. Escrita e imagem são linguagens diferentes, uma não sobrepõe a outra”. E, cita Millor Fernandes: “uma imagem vale mais que mil palavras? Diga isso sem palavras”. Simonetta reitera que não é tão simples assim interpretar uma imagem. “Fico intrigada quando as pessoas falam: ‘entendeu ou quer que eu desenhe? Eu respondo: ‘desenha’. Uma imagem não é tão fácil assim de ser interpretada”.

Outro ponto que se discute no grupo é que, ainda conforme o senso comum, não vivemos numa sociedade de imagem, vivemos na sociedade da escrita. As imagens ainda precisam ser apoiadas pelo texto, pois por si só não as entendemos. Elas são complexas.

Rodrigo Daniel Sanches, doutor em Psicologia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da USP, participou do Interprogramas 2019 na Cásper Líbero, onde ouviu falar do grupo. “Atualmente, meu foco de pesquisa é a imagem do corpo feminino na mídia, que teve início com o doutorado. Assim, me interessei pelo grupo justamente por abordar pesquisas e pensadores que investigam a imagem não como um produto da mídia, mas como algo mais abrangente, que produz sentidos e perpassa diversos fenômenos comunicativos e práticas sociais. Pensar a relação entre imagem e saúde mental, por exemplo, é investigar uma das dimensões da imagem na atualidade. É algo instigante e desafiador”.

Ficou interessado? Nos dias 24, 25 e 26 de outubro acontece o 1º Seminário Imagens Circulantes: Usos da imagem, funções da imagem, na Cásper.

O Grupo de Pesquisa se reúne uma vez por mês, aos sábados, das 10h às 12h. Tem alguma dúvida? Envie um e-mail para [email protected]