PROCESSO SELETIVO 2024 Fechar
 

A banda, ao final das quase duas horas de música, agradece a plateia
Crédito: Elisa Franco

 

O Centro Cultural de São Paulo recebeu no final de semana dos dias 24 e 25 de março a sequência de dois shows da banda gaúcha Cachorro Grande.

A banda, formada no fim dos anos 90, é composta pelo vocalista Beto Bruno, o guitarrista Marcelo Gross, o baixista Rodolfo Krieger, o tecladista Pedro Pelotas e o baterista Gabriel Azambuja. Há momentos únicos na apresentação, onde a individualidade de cada integrante é bem representada. É o caso de Deixa Fudê, cantada e interpretada pelo baixista, Rodolfo Krieger. Marcelo Gross tem seu momento em Dia Perfeito. Embalando muitos corações apaixonados ali presentes, a vez do vocalista Beto Bruno é na marcante balada Sinceramente.

Os shows tiveram o registro feito por nove câmeras espalhadas ao redor do espaço. Perguntado sobre a possível produção de um DVD com a gravação, Beto Bruno disse “Vamos ver, né ? Se o material ficar bom, podemos até pensar nisso”.

Estética visual, energia marcante e uma presença de palco incrível foram marcas das apresentações da banda, que não deixou de fora hits como Hey Amigo, Que Loucura, Lunático e A Hora do Brasil. Os shows marcaram o período final da turnê do último álbum “Baixo Augusta”.

O Disco
Lançado em 2011 pela gravadora Trama e com produção própria, “Baixo Augusta” ainda guarda algumas características do space rock do final da década de sessenta apresentado no disco anterior, intitulado “Cinema”. Porém, de forma mais perceptível, eles apostam num post rock/new wave com inserções de teclados e sintetizadores, lembrando bandas atuais como Kasabian e MGMT, sem que as características marcantes do quarteto gaúcho ficassem ofuscadas pela nova aventura.

O peso, principalmente da guitarra e do baixo muito bem alinhados, é um ponto relevante no novo trabalho da banda, que sempre manteve sua concepção musical e influência embasadas, principalmente, nos anos sessenta e setenta. O disco também ganhará seu formato em vinil.