Ostentação adolescente

Por: Isabella Faria, aluna do 1º ano de Jornalismo

The Bling Ring é um filme com uma grande contradição: é glamoroso, mas vazio

 

Crédito: Reprodução

The Bling Ring é baseado na história real de um grupo de adolescentes que resolvem invadir casas de celebridades e roubar seus objetos, dentre as vítimas estão: Paris Hilton, Lindsay Lohan, Orlando Bloom e muitas outras personalidades. 

Esse caso aconteceu nos anos de 2008 e 2009 e rendeu um artigo da revista Vanity Fair com o divertido título: “Os suspeitos usavam Loubotin” que inspirou o mais novo filme da cineasta Sofia Coppola. No entanto, a diretora parece enganar o espectador com esse filme, principalmente aquele que acompanha seu trabalho.

The Bling Ring possui um roteiro superficial que se restringe a festas regadas a drogas, furtos e fotos com os itens roubados para serem postadas nas redes sociais. Comparados os filmes que Coppola já dirigiu, podemos dizer que a gangue da Hollywood está longe de ter a profundidade de Encontros e Desencontros, filme de 2004 e se aproxima da plasticidade visual de Maria Antonieta, de 2006.

The Bling Ring é tão fútil quanto os adolescentes que ele está retratando. A gangue de Hollywood parece viver, ou querer viver, de acordo com as letras dos raps americanos, que, inclusive, formam a trilha sonora do filme, casando perfeitamente com seu enredo. “Live fast, die young, bad girls do it well”.

E a eterna Hermione, ou melhor, Emma Watson? Perdeu o sotaque inglês e, ao contrário do que a mídia transparece, não é a líder do grupo. Sua personagem, Nicki, aparece menos do que deveria, mas é uma das integrantes do grupo com as frases mais superficiais de todas, e as mais engraçadas.

Mas, se você espera ver Emma Watson brilhando como nunca em The Bling Ring e, realmente está indo ao cinema por ela, não vá. E não vá pela Sofia Coppola, também. Esse trabalho da diretora parece destoar do estilo do resto da sua pequena filmografia e é provável que haja uma decepção com relação a isso.

Vá para se divertir com o tédio dos adolescentes que acabaram resultando em diversos roubos e vá pela oportunidade de ver a casa real de Paris Hilton e de outras celebridades, mesmo que seja pela telona do cinema.

Boa direção com um péssimo roteiro, mas um glamour só, para os amantes de celebridades e moda, The Bling Ring é um prato cheio.